O trabalho que escolhi para a segunda parte da minha carreira foi o Marketing Digital e, dentro deste, o Marketing de Conteúdo.

Marketing de conteúdo

 

O que é o Marketing de Conteúdo?

 

Acredito que ninguém tem dúvidas em relação ao que consiste o Marketing Digital. O mesmo poderá não ser verdade para o Marketing de Conteúdo.

 

O Marketing de Conteúdo é o aquele que envolve a criação e a partilha de conteúdo online que não promove explicitamente a marca mas pretende estimular o interesse nos seus produtos ou serviços.

 

Porquê apostar no Marketing de Conteúdo?

 

Na verdade, o foco do marketing nos conteúdos é relativamente recente e surgiu, quanto a mim, para responder a duas realidades muito atuais.

 

A primeira dessas realidades é o facto de todos já estarmos tão habituados e adaptados ao marketing tradicional que ele já não nos impacta. Quantos de nós ainda vemos anúncios na televisão ou prestamos alguma atenção aos cartazes que encontramos na rua? Anúncios já não são suficientes para convencermos alguém a comprar os nossos produtos ou serviços. É preciso muito mais, e começar por conteúdo é sempre uma boa ideia.

 

Mas não é suficiente produzir conteúdo. É também necessário que esse conteúdo traga valor a quem o vai consumir e demonstre um elevado nível de especialidade da marca que o está a produzir. E porquê? Porque a segunda realidade atual que dá força ao marketing de conteúdos é o facto de o consumidor exigir uma prova do valor que a marca traz antes ainda de comprar. E como é que a tua marca pode oferecer esse valor? Através de conteúdo excelente, claro.

 

Se produzires, consistentemente, conteúdo que traga valor acrescentado aos teus visitantes (sejam visitantes do teu website ou das tuas redes sociais), o potencial cliente vai sair a sentir-se satisfeito e não vai ter dúvidas de que quando te pagar irá receber ainda mais valor. Por outras palavras, vai sentir confiança em ti.

 

Tipos de conteúdos que podes produzir

 

E que conteúdos poderás produzir? Isso dependerá do teu negócio, do tipo de conhecimentos que poderás ensinar aos teus potenciais clientes e do tom com que queres comunicar. No entanto, as hipóteses são quase infinitas e não há negócio que não possa aproveitar uma ou várias das seguintes ideias:

 

  • Artigos de blogs
  • Posts/Artigos em redes sociais
  • E-books
  • E-mails
  • Worksheets e checklists
  • Workbooks e templates
  • Whitepapers e relatórios
  • Podcasts
  • Webinars
  • Infográficos
  • Decks de slides
  • Vídeos
  • Casos de estudo

 

É importante não esqueceres que deverás ter uma estratégia bem definida de forma a garantir que o teu discurso e tom são consistentes em todo o teu conteúdo, que estás sempre a falar para o mesmo público-alvo, e que tudo faz sentido para o contexto e para os objetivos da tua marca. Além disso, convém não descurar a análise para não se despender demasiados esforços em coisas que na realidade não estão a funcionar e poderes focar-te naquilo que efetivamente se traduz em ganho de clientes.

 

Marketing de conteúdo

O que tens a dizer sobre isto? Deixa um comentário